Salário financeiro versus salário emocional



Nem sempre um aumento salarial é a forma de manter os colaboradores motivados e envolvidos com a organização. Equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal, transparência, trabalho remoto ou hibrido, benefícios ajustados às sua necessidades, oportunidade de desenvolvimento e dizer “obrigado” mais frequentemente, são exemplos que ajudam a engagementa moral dos colaboradores.

Aqui estão algumas dicas para manter a sua equipa feliz e motivada sem oferecer aumentos.

Prioritize o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal


~ Apoie a sua equipa a encontrar o melhor equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. O trabalho remoto ou hibrido, quando possivel, têm um papel essencial neste equilíbrio.

Envolva os colaboradores


Incrementa o seu compromisso e sentimento de pertença para com a organização.

Ofereça mais tempo de férias


Apoia no equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Incentive a comunicação


Comunicar atempadamente e frequentemente permite aumentar o sentimento de pertença e envolve os colaboradores com a organização.

Crie um percurso profissional


Apoie e promova o desenvolvimento pessoal de cada colaborador.

Promover um ambiente de trabalho positivo


Ambientes felizes, descontraídos e animados aumentam o sentimento de pertença e promovem a produtividade.

Dê o exemplo


A gestão pelo exemplo cria confiança e envolve os colaboradores para a ação.

Sempre diga “obrigado”


Tão simples e faz maravilhas na nossa consciência.

Reconhecer e recompensar frequentemente os colaboradores


Implemente um programa de reconhecimento. Nem sempre precisa de ser suportado por valores financeiros. Muitas vezes um simples dia “off” é o suficiente. Todos nós gostamos de ser reconhecidos quando temos bons resultados.

BrightBe.e

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *