Reconhecer emoções e saber com lidar com elas

Reconhecer emoções e saber como lidar com elas


Como se sente? Que emoções tem experienciado? Como estão a afetar o seu dia? A sua produtividade? As suas relações? Já alguma vez pensou nisto? Já alguma vez percebeu que como se sente afeta o seu dia? E o que faz com essas emoções pode ditar um bom ou mau dia?

As pessoas que se autoconhecem podem acalmar-se ou ajustar o seu comportamento e por isso são mais propensas a serem mais felizes, têm relações saudáveis e gerem dificuldades e sabendo como atuar perante as adversidades.

Os sentimentos são muito poderosos e podem tornar-se esmagadores às vezes, ditando as regras como interagimos com os outros. Podemos ter dificuldade em gerir as nossas respostas aos nossos sentimentos e agirmos de formas fora do nosso controlo. Por exemplo, alguma vez se sentiu tão zangado que disse coisas que não queria para alguém que ama? Depois, quando se acalmou, percebeu que as suas emoções o apanharam e desejou lidar com a situação de forma diferente?

5 razões para reconhecer as suas emoções é importante:

O que está por detrás da emoção


As emoções permitem-nos estabelecer ligações com as pessoas que nos rodeiam apoiando-nos a identificar o que nos faz sentir bem e o que não faz.

Ajudam-nos a descobrir como uma situação nos faz sentir auxiliando-nos a tomar decisões sobre o que queremos fazer com essa situação.

É essencial reconhecer uma emoção, saber o que é e saber o que está a tentar nos mostrar.

Quanto mais capazes de ouvir os nossos sentimentos e responder-lhes, mais propensos estaremos a nos rodear por pessoas que nos fazem sentir bem connosco.

Ajuda-nos a gerir melhor as situações


As nossas emoções afetam muito o nosso humor, comportamentos e consequentemente as nossas relações.

Se nos sentimos zangados, ansiosos ou preocupados, as nossas amizades, as nossas relações familiares, o trabalho e os nossos sentimentos gerais de felicidade podem ser afetados levando-nos as ações que nos podemos arrepender posteriormente

Ter as capacidades para refletir sobre os nossos sentimentos e perceber que eles estão a afetar como atuamos terá um impacto enorme na gestão da nossa vida e consequentemente na nossa felicidade.

O impacto das emoções negativas


Se nos esforçamos para reconhecer quando nos sentimos infelizes, isso pode então levar a pensamentos negativos.

Nós somos responsáveis pelos nossos pensamentos. Se passamos muito tempo a pensar em coisas como, “Eu não sou bom o suficiente”, ou “Ninguém gosta de mim”, então isso vai afetar a nossa mentalidade e a forma como vemos situações em que nos encontramos.

Termos a capacidade de identificar e mudar esses pensamentos, que podemos decidir o que pensamos, pode mudar as nossas perceções e a capacidade reformular a negatividade. Seremos mais felizes e acreditaremos em nós mesmos.

Significa que podemos pedir ajuda


Muitas vezes nos momentos em que nos sentimos em baixo, precisamos da ajuda de quem nos rodeia – família, colegas ou um amigo.

Ser capaz de reconhecer quando precisamos de ajuda com as nossas emoções é importante e define quanto tempo vamos permanecer a nos sentir em baixo. Várias são as vezes em que não conseguimos descobrir por nós mesmos. Precisamos de orientação e apoio contínuos com as nossas emoções para nos ajudar a entender como nos podemos acalmar.

Quantas são as vezes em que um abraço ajuda? Ou alguém para nos ouvir sem julgamento?

Ajuda a nos relacionar com os outros


Quando temos a capacidade em reconhecer as nossas próprias emoções, gerindo-as e comunicando-as com os outros, podemos ajudar os outros a fazer o mesmo.

Quando entendemos o porquê de nos sentirmos de uma determinada forma podemos evitar comportamentos negativos que impactam a nossa relação com os outros.

A Ordem do Psicólogos desenvolveu um checklist – Como me sinto? – que pode nos apoiar a identificar se necessitamos de ajuda de profissionais.

É fácil e rápido! Porque não realiza-lo?

Nuno Finisterra BrightBe.e

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *